A Massa

Jammil e Uma Noites

Série Bis: Jammil e uma Noites


A dor da gente
dor de menino acanhado
menino bezerro pisado
no curral do mundo a penar
que salta aos olhos
igual a um gemido calado
a sombra do mal-assombrado
a dor de nem poder chorar

moinho de homens
que nem jerimuns amassados
mansos meninos domados
massa de medos iguais
amassando a massa a mão
que amassa a comida
esculpe e modele e castiga
a massa dos homens normais

quando eu lembro
da massa da mandioca
mãe a massa

nunca mais me fizeram aquela presença mãe
a massa
a massa que toca mandioca, mãe
a massa
a massa que eu falo é a que passa fome, mãe
a massa
a massa que toca mandioca, mãe
a massa

quando eu lembro da massa da mandioca, mãe
a massa
quando eu lembro da massa da mandioca, mãe
a massa
nunca mais me fizeram aquela presença, mãe
a massa
a massa que eu falo tá na cabeça mãe
a massa

Compositor: Raimundo Sodré E Jorge Portugal

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Jammil e Uma Noites no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS