Página inicial > Samba > J > Jair Rodrigues > Sonhos Coloridos

Sonhos Coloridos

Jair Rodrigues

Regravação de As Marcianas


Vou me jogar numa rede na varanda
Feito criança, pernas soltas pelo ar
Ver passarinhos em um grande festival
Comendo os frutos já maduros, no quintal

E as borboletas vão beijando cada flor
Que o sol ardente, lá do alto, vem queimar
Sentindo a vida se entregando nesse amor
E o balanço dessa rede a me ninar

Aí o canto de um canário seresteiro
Vai ficar o dia inteiro se espalhando pelo ar
E a molecada tão levada no terreiro
E o cachorro perdigueiro, pelo chão a espreguiçar

No fim da tarde, uma cigarra bem acesa
Completar toda beleza que consegue enfeitiçar
O grilo acorda, vai reger a sua orquestra
Alegrando aquela festa da chegada do luar

O tempo voa, e eu ali adormecido
Tenho sonhos coloridos, tão difíceis de sonhar
Aí então, o pensamento sem juízo
Penso até que o paraíso é aqui nesse lugar

Compositor: César Rossini/Mário Maranhão

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Jair Rodrigues no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS