Página inicial > J > J. M. Monteirás > São Paulo Antiga

São Paulo Antiga

J. M. Monteirás


Dão dão estibum dão dão
Dão dão estibum dão dão
Uu uurr uiruir urr
Uu uurr uiruir urr

Alô Vila Invernada!
Alô minha São Paulo querida!
Sem vocês eu não sou nada
Aqui é o meu lar e lição de vida

Onde está a São Paulo antiga
Que dá saudade no vovô?
Hoje, no lugar do antigo bonde
Vê-se correr o metrô

Vovô conta suas façanhas
Sua glória
E o trenzinho da Cantareira
Vem correr em sua memória

Onde está a São Paulo antiga
Que dá saudade no vovô?
Hoje, no lugar do antigo bonde
Vê-se correr o metrô

Edifícios, viadutos
Um dar duro na construção
Eram anos de puro chumbo
Mas nunca ao coração

Namorando a Diva amada
Vejam, Seu Regente e Seu Feijó
Quando chegou a invernada
Vovô já não dormia só

Êta menino danado!

De edifícios e viadutos
Evoluiu na construção
Mas com uma carta e já de luto
Viajou ao seu rincão

Mamãe, não chora
Mamãe, não chora
Mamãe, não chora
Vou te levar embora (duas vezes)

Onde está a São Paulo antiga
Que dá saudade no vovô?
Hoje, no lugar do antigo bonde
Vê-se correr o metrô

Em dia de folga, tomava o bonde
Com destino... ah, aonde
Ó Zona Leste que hoje o conduz
Foi à Estação da Luz
Quando chegou do Agreste (duas vezes)

Onde está a São Paulo antiga
Que dá saudade no vovô?
Hoje, no lugar do antigo bonde
Vê-se correr o metrô

Quem visita esta terra
Não consegue afastar
Tanta coisa da mente
Loucamente quer voltar

E quem fica é por paixão
Bebe dessa água da fonte
Mesmo haja outro horizonte
Não engana o coração

São São São Paulo
São São São Paulo
São São São Paulo
Toma esta canção.

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a J. M. Monteirás no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS