Que Reste-T-Il de Nos Amours? (tradução)

Ivon Curi


O Que Resta de Nossos Amores?


Hoje à noite o vento está batendo na minha porta

Fale comigo sobre amores mortos

Em frente ao fogo que se apaga

Hoje à noite é uma canção de outono

Na casa que estremece

E penso nos dias distantes


O que resta de nossos amores

O que resta desses belos dias

Uma foto antiga

Desde a minha juventude

Quais são as notas doces deixadas?

Abril, compromissos

Uma lembrança que me persegue

Constantemente


Felicidade desbotada, cabelos ao vento

Beijos roubados, sonhos em movimento

O que resta de tudo isso

Diga-me

Uma pequena vila, uma torre antiga

Uma paisagem tão bem escondida

E em uma nuvem o rosto querido

Do meu passado


Palavras palavras suaves sussurradas

As carícias mais puras

Juramentos na floresta

As flores encontradas em um livro

Cuja fragrância deixa você intoxicante

Então voou por quê?


O que resta de nossos amores

O que resta desses belos dias

Uma foto antiga

Desde a minha juventude

Quais são as notas doces deixadas?

Abril, compromissos

Uma lembrança que me persegue

Constantemente


Felicidade desbotada, cabelos ao vento

Beijos roubados, sonhos em movimento

O que resta de tudo isso

Diga-me

Uma pequena vila, uma torre antiga

Uma paisagem tão bem escondida

E em uma nuvem o rosto querido

Do meu passado

Do meu passado

Que Reste-T-Il de Nos Amours?


Ce soir le vent qui frappe à ma porte

Me parle des amours mortes

Devant le feu qui s'éteint

Ce soir c'est une chanson d'automne

Dans la maison qui frissonne

Et je pense aux jours lointains


Que reste-t-il de nos amours

Que reste-t-il de ces beaux jours

Une photo, vieille photo

De ma jeunesse

Que reste-t-il des billets doux

Des mois d'avril, des rendez-vous

Un souvenir qui me poursuit

Sans cesse


Bonheur fané, cheveux au vent

Baisers volés, rêves mouvants

Que reste-t-il de tout cela

Dites-le-moi

Un petit village, un vieux clocher

Un paysage si bien caché

Et dans un nuage le cher visage

De mon passé


Les mots les mots tendres qu'on murmure

Les caresses les plus pures

Les serments au fond des bois

Les fleurs qu'on retrouve dans un livre

Dont le parfum vous enivre

Se sont envolés pourquoi?


Que reste-t-il de nos amours

Que reste-t-il de ces beaux jours

Une photo, vieille photo

De ma jeunesse

Que reste-t-il des billets doux

Des mois d'avril, des rendez-vous

Un souvenir qui me poursuit

Sans cesse


Bonheur fané, cheveux au vent

Baisers volés, rêves mouvants

Que reste-t-il de tout cela

Dites-le-moi

Un petit village, un vieux clocher

Un paysage si bien caché

Et dans un nuage le cher visage

De mon passé

De mon passé


Compositor: Charles Trenét

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS