PĂĄgina inicial > MPB > I > Ivon Curi > Casamento Aprissiguido

Casamento Aprissiguido

Ivon Curi


Contratei meu casamento
C'a fia de ZĂ© Lotero
Eu queria e ela queria
O véio disse: "Eu num quero!
E se rouba a minha fia, vai
Vai morĂĄ no sumitero!

Corri pra casa
Limpei meu rifle cruzeta
Comprei cobertĂŽ baieta
E apracata de rabicho

VÎ pro cangaço
Bença, mãe! Bença, pai!
VÎ mostrå que roubo a moça
E dessa vez a casa cai

[INTERVALO INSTRUMENTAL]

Cheguei lĂĄ de madrugada
Suviei pra ela ouvir
Ela veio e disse: "Espere
Pai faz pouco foi dormir
Deixe ele garrĂĄ no sono, viu?
Que Ă© miĂł de nĂłs fugir"

Roubei a Darva e cumpri meu juramento
No dia do casamento
ZĂ© Lotero veio vĂȘ
Fizemos a paz e ele entĂŁo disse sincero:
"Home, batize de ZĂ© Lotero
O bruguelo que nascĂȘ!"

O bruguelo que nascĂȘ, ZĂ© Lotero?

O bruguelo
Pra ser sincero
Seu ZĂ© Lotero
NegĂĄ num quero
Faz quase um ano
Que o bruguelo
JĂĄ nasceu!

Compositor: Ruy de Moraes e Silva

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta mĂșsica

Ouça estaçÔes relacionadas a Ivon Curi no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS