Página inicial > MPB > I > Ivon Curi > A Cara do Pai

A Cara do Pai

Ivon Curi


Deu tanto trabalho
O seu nascimento
E foi um tormento
Um Deus nos acuda
A mãe aflita
Todo mundo ajuda
No fim ele sai
A cara do pai

E pra mãe, coitada
Tão sacrificada
Não há elogio
Todo mundo vai
Dizendo baixinho
"Mais que bonitinho
Está tão gordinho
É a cara do pai"

Esse garoto é a cara do pai
Esse menino é inteirinho o pai

A mãe a noite inteira
Tem o que fazer
É a mamadeira e
O leite pra ferver

Cuidando do pimpolho
Jamais pregou um olho
E no fim ele sai
A cara do pai
E a mãe que teve
Toda a trabalheira
E jamais dormiu
Uma noite inteira
Ainda tem ouvido
Depois dele crescido
"Como é bem parecido
É a cara do pai"

Esse garoto é a cara do pai
Esse menino é inteirinho o pai

"O sozinho do pai
Mas que gracinha meu Deus
Mas veja só
Olha lá, olha a boquinha
A boquinha igualzinha do pai
O narizinho
Ele é todinho o pai"

Então, quem divina ter o filho era o pai

Ha ha... Eu heim, comigo não!

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Ivon Curi no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS