Ivan Lins
Página inicial > MPB > I > Ivan Lins > Sede Dos Marujos

Sede Dos Marujos

Ivan Lins

Ivan Lins


Se amavam
com a sede dos marujos
lavando os olhos sujos,
de mar e de embarcações

Se devoravam
com a fome dos presídios
com a festa dos sentidos
guardados em seus porões

Um amor cheio de gula
desvairado e febril
como a gente nunca viu
O amor cheio de fúria
Tão selvagem que por mim
condenava não ter fim

Se adoravam,
mas tanto, tanto, tanto
Que eu já não me espanto
de um dia te amar assim

Um amor cheio de gula
desvairado e febril
como a gente nunca viu
Um amor cheio de fúria
tão selvagem que por mim condenava não ter fim

Se adoravam,
mas tanto, tanto, tanto
que eu já não me espanto
de um dia te amar assim

Composição: Ivan Lins - Vitor Martins

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Ivan Lins no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS