Quando

Isabella Taviani

Regravação de Myllena


Quando eu quis me aproximar
VocĂȘ fingiu que nĂŁo me via
Quando eu fui me declarar
VocĂȘ fugiu para outra esquina
E quando eu quis parar vocĂȘ
E quando eu fui te convencer...

Quando a minha mĂŁo firmou
VocĂȘ sorriu, eu trepidava
Quando o furacĂŁo passou
A tua boca Ă© que ventava
Se eu parasse o tempo ali
E eu nĂŁo tivesse mais que ir

VocĂȘ me acompanhava e me daria a mĂŁo?
Na sua calmaria
Eu iria ser vulcĂŁo
E quando o sol se for
E o frio me tocar
É com vocĂȘ que eu vou estar

Quando a minha mĂŁo firmou
VocĂȘ sorriu, eu trepidava
Quando o furacĂŁo passou
A tua boca Ă© que ventava
Se eu parasse o tempo ali
E eu nĂŁo tivesse mais que ir

VocĂȘ me acompanhava e me daria a mĂŁo?
Na sua calmaria
Eu iria ser vulcĂŁo
E quando o sol se for
E o frio me tocar
É com vocĂȘ que eu vou estar...

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta mĂșsica

Ouça estaçÔes relacionadas a Isabella Taviani no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS