Página inicial > MPB > I > Isabella Taviani > A Máquina do Tempo

A Máquina do Tempo

Isabella Taviani


Farol vermelho, olhos vermelhos
Me traga um colírio para abrir
É o meu sinal, de que vou seguir
Quem vai me convencer a não ir

A máquina do tempo, está a pleno vapor
Acelerou meu pensamento e me drogou
Foi tudo tão bonito
No meu futuro próximo não há sinas fechados
Comprou felicidade no mercado
E é simples o negócio

Iarará, iarará

No poste tem uma luz
Que pisca sem parar
Tô quase lá subindo, pra lâmpada trocar
Cadê meu alicate
Muinha chave de fenda
Eu vou abrir o mundo e consertar

Vem comigo na viagem
Nossas peças têm encaixe
Nosso uísque é o bom

Vem nas cores da paisagem
Pode ser teu mar azul
Ou é minha sabotagem
Pode ser só uma miragem
Pode ser felicidade

A máquina do tempo, está a pleno vapor
Acelerou meu pensamento e me drogou
Foi tudo tão bonito
No meu futuro próximo não há sinas fechados
Comprou felicidade no mercado
E é simples o negócio

Iarará, iarará

É simples o negócio

A máquina do tempo, está a pleno vapor
Pleno vapor

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Isabella Taviani no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS