Montségur (tradução)

Iron Maiden

Dance Of Death


Montségur


Eu estou sozinho neste lugar desolado

Na morte eles estão verdadeiramente vivos

Inocência massacrada, o mal tomou conta

Os anjos queimam por dentro


Séculos depois eu me pergunto por quê

Qual segredo eles levaram para o túmulo

Ainda há hereges sendo queimados

A religião ainda queima por dentro


Nos portões e muros de Montségur

Sangue nas pedras da cidadela

Nos portões e muros de Montségur

Sangue nas pedras da cidadela

Nos portões e muros de Montségur

Sangue nas pedras da cidadela

Nos portões e muros de Montségur

Sangue nas pedras da cidadela


Enquanto nós os matamos todos para que deus conheça os seus

Os inocentes morreram pelo Papa em seu trono

A ambição católica e seu fervor paranóico

Maldição do graal e o sangue da cruz


Crentes dos templos com sangue nas mãos

Juntaram-se ao coro para matar quando preciso

Queimados na fogueira pela liberdade de suas almas

Para ficar com os católicos, para morrer e ser livre


O livro do velho testamento incompleto e negro

A arma de satanás é luxúria

Vivendo essa malvada e carnal nação de Deus

De volta à tortura da vida


Os perfeitos com má vontade morreram na fogueira

E todos os seguidores se renderam

E quanto ao conhecimento que declararam ter de Deus

A religião ainda queima por dentro


Nos portões e muros de Montségur

Sangue nas pedras da cidadela

Nos portões e muros de Montségur

Sangue nas pedras da cidadela

Nos portões e muros de Montségur

Sangue nas pedras da cidadela

Nos portões e muros de Montségur

Sangue nas pedras da cidadela


Enquanto nós os matamos todos para que deus conheça os seus

Os inocentes morreram pelo Papa em seu trono

A ambição católica e seu fervor paranóico

Maldição do graal e o sangue da cruz


Crentes dos templos com sangue nas mãos

Juntaram-se ao coro para matar quando preciso

Queimados na fogueira pela liberdade de suas almas

Para ficar com os católicos, para morrer e ser livre


Enquanto nós os matamos todos para que deus conheça os seus

Os inocentes morreram pelo Papa em seu trono

A ambição católica e seu fervor paranóico

Maldição do graal e o sangue da cruz


Encarando o sol enquanto caminhavam para o túmulo

Queime como um cachorro ou viva como um escravo

A morte é o preço da liberdade da sua alma

Para ficar com os católicos

E para morrer e ser livre


Nos portões e muros de Montségur

Sangue nas pedras da cidadela

Nos portões e muros de Montségur

Sangue nas pedras da cidadela

Nos portões e muros de Montségur

Sangue nas pedras da cidadela

Nos portões e muros de Montségur

Sangue nas pedras da cidadela

Montségur


I stand alone in this desolate space

In death they are truly alive

Massacred innocence, evil took place

The angels were burning inside


Centuries later I wonder why

What secret that they took to their grave

Still burning heretics under our skies

Religion's still burning inside


At the gates and the walls of Montségur

Blood on the stones of the citadel

At the gates and the walls of Montségur

Blood on the stones of the citadel

At the gates and the walls of Montségur

Blood on the stones of the citadel

At the gates and the walls of Montségur

Blood on the stones of the citadel


As we kill them all so god will know his own

The innocents died for the pope on his throne

Catholic greed and its paranoid zeal

Curse of the grail and the blood of the cross


Templar believers with blood on their hands

Joined in the chorus to kill on demand

Burned at the stake for their soul's liberty

To stand with the cathars to die and be free


The book of old testament crippled and black

Satan his weapon is lust

Living this evil God`s nation of flesh

Back to the torture of life


The perfect unwillingly died in the stake

And all of the followers slained

As for the knowledge of god they had claimed

Religion's still burning inside


At the gates and the walls of Montségur

Blood on the stones of the citadel

At the gates and the walls of Montségur

Blood on the stones of the citadel

At the gates and the walls of Montségur

Blood on the stones of the citadel

At the gates and the walls of Montségur

Blood on the stones of the citadel


As we kill them all so god will know his own

The innocents died for the pope on his throne

Catholic greed and its paranoid zeal

Curse of the grail and the blood of the cross


Templar believers with blood on their hands

Joined in the chorus to kill on demand

Burned at the stake for their soul's liberty

Still burning heretics under our skies


As we kill them all so god know his own

Laugh at the darkness and in god we trust

The eye of the triangle smiling with sin

No passover feast for the cursed within


Facing the sun as they went to their grave

Burn like a dog or you live like a slave

Death is the price for your soul's liberty

To stand with the cathars and to die and be free


At the gates and the walls of Montségur

Blood on the stones of the citadel

At the gates and the walls of Montségur

Blood on the stones of the citadel

At the gates and the walls of Montségur

Blood on the stones of the citadel

At the gates and the walls of Montségur

Blood on the stones of the citadel


Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS