Página inicial > Rap > I > Inquérito > Bumerangue

Bumerangue

Inquérito


Hoje eu sei, que pensar incomoda como andar na chuva,
ainda mais se eu estiver de toca calça larga e blusa,
Detector me acusa, "pipp", Revolução,
Me travam na giratoria da discriminação,
Por que pobre pensando é falta de educaçao,
Cão adestrado pra aceitar, pra raciocinar não,
Os privilégios da minoria,
Desigualdade Hereditaria como as capitanias,
Aqui o homem de bem, é o (homem que pensa), "é o homem de bens"
E tem uma Merceds' Bens, traz a maldade nos Gens,
Sem filho vai deixar a Herança pros podlees,
Tem de tudo mas vai buscar paz no Google,
Condominios de segurança maxima, pra ricos de auta
periculosidade,
Se dinheiro é poder, liberdade, por que tanta cerca,
e tanta grade?!

(Refrão)

Quem planta a guerra não colhe a paz,
Vou cobrar em dobro a injustiça que você me faz,
Quem planta a guerra não colhe a paz,
Vou cobrar em dobro a injustiça que você me faz.


Quem não liga pra real, só pra novela global,
Quando liga pro futuro, vai da na caixa postal,
A vida é fazer o bem sem pedir nota fiscal,
A vida ensina e não tem nem um manual.
Tratado como animal, desde os tempos do cabral,
Mas pode por no Jornal que o Gueto não é curral.
Lembra da pena? a que assinou a aboliçao?
Agora os pretos cumprem pena dentro da prisão.
Meu povo pena, me da mó pena o irmão,
Mas perder a fé?! Não, vale a pena não,
tô vivão, firmão indepentende,
Do que o mundo pensa de mim eu sigo em frente,
A sociedade dizendo que nós é marginal, cansa,
Mas nós prova o contrário, luta e sempre alcança!
Hé, tipo de gente que não aprendeu ainda,
Que é da lagarta feia, que nasce a borboleta linda.

" Ae, todo ser humano pensa em ser rico né?! Fiquei
pensando, será que algum rico sonhou em ser ser
humano?.. Sei não..."

Quem apanha não se esquece, tudo que sobe desce,
Meu povo sonha e vira aquilo que você causou,
Quem bate não se lembra, Meus coques causam pena,
Pro vale do esquecimento eu não vou,
Com os direitos roubados, me sinto encarceirado,
Tudo vai e vem, 500 anos ativo ainda estou,
Minha força é o seu problema, Meu povo é seu dilema,
(............) mas a fé nunca pode acabar,
Somente Deus pode nos julgar,
Mas a fé nunca pode acabar,
Somente Deus pode nos julgar,

(Refrão)

Quem planta a guerra não colhe a paz,
Vou cobrar em dobro a injustiça que você me faz,
Quem planta a guerra não colhe a paz,
Vou cobrar em dobro a injustiça que você me faz,
Quem planta a guerra não colhe a paz,
Vou cobrar em dobro a injustiça que você me faz,
Quem planta a guerra não colhe a paz,
Vou cobrar em dobro a injustiça que você me faz.

Arquivo meu inquérito,(e o meu depoimento)
Arquivo meu inquérito,(e o meu depoimento)
Arquivo meu inquérito,(e o meu depoimento)
Arquivo meu inquérito,
Arquivo meu inquérito,(e o meu depoimento)
Arquivo meu inquérito,(e o meu depoimento)
Arquivo meu inquérito,(e o meu depoimento)

( Paz sem justiça é utopia )

Hei Atenção! A reação tá entrando em ação, nos
oprimidos estão se unindo, se armando, mais com as
armas certas, nada de ignorancia, sem violência,
sabendo que tudo pode mudar, quem tá de pé pode cair,
quem tá caido pode levantar, não leva a mal não mais é
uma aviso, não é questao de revolta, a vida é um
Bumerangue, tudo que vai, volta...( volta).

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Inquérito no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS