• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Canto a nossa terra
    Berço que encerra um povo varonil.
    Canto o pioneiro que a semente um dia fez florir.
    Brado toda essa lida
    Que a mão sofrida aos poucos esculpiu.
    Ourinhos, tu és fruto de trabalho e amor.

    Solo de terra tão roxa
    De campos verdes cercados de água e céu.
    Foste um dia café,
    Hoje os horizontes são teus canaviais.
    Pardos Panemas e Turvos,
    Leitos que banham todos os dias teus.
    Ourinhos, tu és majestoso esplendor.

    No sudoeste paulista és a força que avança
    E persegue a meta de ser sempre bem melhor.
    Neste limite de estado és a guardiã,
    És a ponte primeira da integração.
    Sabes qual é teu caminho,
    Não sais dos teus trilhos.
    Constrói um ideal.
    Ourinhos, o futuro é a estação final

    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Hinos

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.