• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Introdução e interlúdio

    Mariópolis, Pequena, sem rival

    Refrão
    Caminhando sempre avante
    No combate sem igual
    Mariópolis, gigante
    No campo intelectual


    I
    Sofreste cinzel de marfim
    Buscando a luz liberal
    Lutaste, venceste enfim
    Pra nossa glória imortal

    II
    Pequena embora de porte,
    Cresceste assim varonil
    Na letra tens grimpa forte
    Dos pinheirais do meu Brasil

    III
    Mui verde, mui verdejante
    Moldura de pinheirais
    Circunda-te palpitante
    Acima destes teus rivais

    IV
    Município ès finalmente
    Não importando dividas
    Irás olhando à frente
    O ideal que concretiza

    V
    Decênios passam enfim
    Levando os bons pinheirais
    Agricultura é por fim
    Rainha de grãs IDEAIS

    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Hinos

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.