• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Luís Alves, recanto
    pequeno, querido,
    Oásis tem sido,
    de amor e de paz!
    Aos filhos encanto
    sem par irradia
    e sempre ufania
    sorriso lhes traz.

    Á sombra das matas
    por entre valadas
    de rios enlaçadas,
    nos "saltos" gentis
    Cantando epopéias,
    de lutas gigantes,
    heróicas, constantes,
    d'um povo feliz.

    Responda fecunda,
    de anseios tecida,
    dos campos na lida,
    ingrata e braçal.
    Sonhando progresso,
    de gente abnegada,
    na crença firmada,
    - A terra natal

    Nos braços que o formam
    no fumo e na cana,
    a luta é insana,
    ignota e senil
    E vive-se ainda
    do audaz imigrante,
    o exemplo radiante
    do esforço febril!

    Pequenos engenhos
    tocados a água,
    talvez entre mágoas,
    fumegam a sorrir...
    E filhos da terra,
    seus padres em prece
    imploram áurea messe,
    risonho por vir.

    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Hinos

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.