Página inicial > Sertanejo > H > Heytor Vianna

Letras

Ainda não há letras cadastradas deste artista

Cadastrar Letras

MIX DE MÚSICAS

FOTOS

heytor-vianna - Fotos
heytor-vianna - Fotos

+1

- Fotos

Heytor ficava sempre olhando seu pai cantar nas festinhas de aniversários de parentes, o seu avô Sr. Geraldo (em memória) era mestre de folia de Reis e nas horas vagas gostava de cantar para o neto Heytor, que também não cansava de olhar, aos 05 anos de idade,aprendia alguns acordes no violão, já que Regina sua mãe disse ao seu pai Vibar: 'ensina umas notas musicais para ele, veja como fica olhando', -mas a mãozinha dele é muito pequena ainda' dizia seu pai, mas mesmo assim mostrou (Lá,Ré e Mi), quando viraram as costas, olha ele lá..tocando e cantando, foi pegando o gosto pela música sertaneja raiz e moderna, aprendeu praticamente a tocar sozinho.

Um dia o Adriano que é hoje um respeitado professor de música foi convidado para dar uma olhada no menino e percebeu que ele estava afinando o violão como se fosse uma viola e tocava e cantava e voltava afinar normalmente como violão e nos disse: -'Vibar e Regina esse menino já nasceu com o dom de cantar tocar e tem uma afinação incrível, vou ajudar ele no que posso', não demorou pegamos uma viola emprestado de Anderson que era de Pirassununga e também ficou encantado e que tornou-se nosso amigo até hoje, então acho que o Heytor já nasceu apaixonado e foi se apaixonando cada vez mais pela música sertaneja, tocando e cantando com emoção e a gente percebe que gosta cada vez mais.

Ah! Também é compositor, tem várias músicas de sua autoria que todos vão ver e ouvir logo-logo. Quando vinha suas tias em casa, principalmente a Cleide (Esposa do Vitinho), o Heytor falava para ela não ir embora não que ia ter um Show, arrumava um papelzinho dava na mão dela, pegava uma cadeira arrastando, pois não agüentava com o peso pedia para sentar e começava a cantar, a música geralmente era: Peão apaixonado do Rio Negro e Solimões na época. Tudo isso era em cima de um palco que ele ganhou do seu tio Roberto (Beto), e ele guarda o palco até hoje.

Sanfona 80 baixos, seus tios (Wanda e Kim), nunca deixaram de incentivar e chegaram com uma sanfona de presente para ele, foi olhando?mexendo, e fez umas aulas com Sr. Chinalia, hoje já falecido que falou: -'Não vai demorar ele vai cantar e tocar acordeom também', como de fato veio acontecer, para orgulho e satisfação de todos nós.

Hoje com apenas 15 anos, vem sendo convidado para participar de festas de aniversários, casamentos, shows em lanchonetes, restaurantes. Já participou de vários programas em rádios e TV e sempre sendo elogiado. Prepara a gravação de seu 1º trabalho apoiado e incentivado pela PHI Events, nossa cidade, que esta apostando muito em seu projeto, seu sonho a qual somos muito gratos a todos da diretoria, e ele canta mesmo com emoção de um artista que veio para conquistar seu espaço.

Fonte: Site Oficial


Redes sociais