Página inicial > Sertanejo > H > Henrique e Juliano > Tão Distante de Tudo

Tão Distante de Tudo

Henrique e Juliano

Henrique e Juliano - Ao vivo em Brasilia


Tão distante de tudo, tentando encontrar o seu mundo
Só eu e a solidão nessa estrada
Eu vejo marcas de pegadas que vão me guiando até você
Ás vezes correndo, caminhando
O pensamento viajando e de repente é você

Refrão
E quando eu sinto seu toque
A minha pele se arrepia e toma um choque
Minha boca, sua boca sem sussurrar
E uma lágrima escorrendo do meu olhar
E quando eu sinto seu toque
A minha pele se arrepia e toma um choque
Minha boca, sua boca sem sussurrar
E uma lágrima escorrendo do meu olhar
Dá pra ver
Que eu amo você

Só eu e a solidão nessa estrada
Eu vejo marcas de pegadas que vão me guiando até você
Ás vezes correndo, caminhando
O pensamento viajando e de repente é você

Refrão
E quando eu sinto seu toque
A minha pele se arrepia e toma um choque
Minha boca, sua boca sem sussurrar
E uma lágrima escorrendo do meu olhar
E quando eu sinto seu toque
A minha pele se arrepia e toma um choque
Minha boca, sua boca sem sussurrar
E uma lágrima escorrendo do meu olhar
Dá pra ver
Que eu amo você

E uma lágrima escorrendo do meu olhar
Dá pra ver
Que eu amo você.

Letra enviada por Livia Campos

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
essa letra:

Ouça estações relacionadas a Henrique e Juliano no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS