Henrique e Juliano

Chuva de Breja

Henrique e Juliano

Manifesto Musical


Eu não sei onde eu tava com a cabeça
Pra beijar uma boca perdida igual à sua
Eu não sei se é carência ou fraqueza
Era pra ser momento, eu gamei de primeira

Culpa do amor
Que não escolhe pessoa, nem beijo, cabelo e nem cor
Culpa de nós dois
Que era só pra ficar uma vez
foi ficando depois e depois e depois
E depois namorou, ô ô

Foi amor à primeira língua
Foi pra sempre no primeiro oi
Foi no fim de balada que eu comecei minha vida a dois
Foi amor à primeira língua
Foi pra sempre no primeiro oi
Da porta da boate pra porta de igreja
Da chuva de breja pra chuva de arroz
Culpa do amor, culpa de nós dois

Culpa do amor
Que não escolhe pessoa, nem beijo, cabelo e nem cor
Culpa de nós dois
Que era só pra ficar uma vez
foi ficando depois e depois e depois
E depois namorou, ô ô

Foi amor à primeira língua
Foi pra sempre no primeiro oi
Foi no fim de balada que eu comecei minha vida a dois
Foi amor à primeira língua
Foi pra sempre no primeiro oi
Da porta da boate pra porta de igreja
Da chuva de breja pra chuva de arroz
Culpa do amor
Foi amor à primeira língua
Foi pra sempre no primeiro oi
Foi no fim de balada que eu comecei minha vida a dois
Foi amor à primeira língua
Foi pra sempre no primeiro oi
Da porta da boate pra porta de igreja
Da chuva de breja pra chuva de arroz
Culpa do amor, culpa de nós dois

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Henrique e Juliano no Vagalume.FM

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS