Utopia

Hangar XVIII

Original


Utópica é a esperança de mudança

Do meu estado semi-vegetativo

Meu coração bate compassivo, vivo

Por que minha histĂłria de amor

DĂĄ um livro



Um romance trĂĄgico

Um clĂĄssico de Shakespeare

Eu sei que o tempo vai trazer

VocĂȘ de volta, volta, volta



A carne da tua boca

Teus seios, tuas coxas

SĂł dentro de vocĂȘ eu tenho paz.



Quando vocĂȘ cruzar a porta

Minha alma, estagnada e morta

SerĂĄ libertada das grades de Alcatraz

VocĂȘ Ă© o anjo que me imobiliza

Precious Angel, minha vida

Se eu fosse vocĂȘ eu voltava pra ver.



A dor que um coração pode sofrer

Sem o teu amor, minha vida nĂŁo tem nada a ver

VĂȘ se volta, volta, volta.



A carne da tua boca

Teus seios, tuas coxas

SĂł dentro de vocĂȘ eu tenho paz.

Compositor: Isaac Soares De Souza / Douglas Carneiro

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta mĂșsica

Ouça estaçÔes relacionadas a Hangar XVIII no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS