Página inicial > Pop/Rock > H > Hangar XVIII > Instinto Animal

Instinto Animal

Hangar XVIII

Hangar


Céu cinzento esconde as mágoas

De um pobre coração

De que vale querer bem

Se só tens a solidão.

Noite fria tão vazia

Se faz tempo de gastar

Não se pode discutir

Nem ter regras para amar.



O corpo é firme, a mente é solta

O gosto é doce, acalma a boca

A cor é quente

A alma é leve

Instinto animal nunca perece.



Rondas curvas, infindáveis

A procura começou

Luzes, luzes

Bares, bares

Não se compra o amor

Corpos longos, curtas faces

A batalha é sensual

Na caçada, a vitória

É bem vinda no final.

Compositor: Douglas Carneiro

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Hangar XVIII no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS