Aquela

Hangar XVIII

Hangar


Meia noite, meio dia

Doze horas distanciam os extremos

Foi você quem quis parar.

Por não ter mais o seu brilho

Por perder o equilíbrio

Você soube que não tinha mais pra dar.



Hoje você pede a volta

E procura a minha porta

Mas descobre que é tudo isso em vão.

Já é tarde e escurece

Num só dia não se esquece

Tudo vira solidão

Solidão

Solidão

Solidão... por que não?

Compositor: Douglas Carneiro

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Hangar XVIII no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS