Maldito

Hanagorik


Não venha me acusar de matuto provinciano
Pois tenho um olhar mundano e dei bem o que vou falar
Estou mais pra anjo torto do que para querubim
Um ninguém, um quase morto que com boca de clarim
Que com boca de clarim anuncia aos quatro ventos
Sou maldito marginal das bandas de Surubim

Eu vim para confundir
Sou mal visto, peça ruim

Eu tô aqui pra confundir, não vim pra explicar
Minha arma é minha boca pronta pra disparar
Mil verdades indecentes prontas pra desconcertar
Cabra safado persistente que insiste em afanar
o dinheiro de inocentes
Meu sangue é de coisa ruim
Sou maldito marginal das bandas de Surubim

Eu vim para confundir
Sou mal visto, peça ruim

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Hanagorik no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS