Página inicial > MPB > G > Gustavo Coimbra > Sobrenatural

Sobrenatural

Gustavo Coimbra

Chuva de Novembro


Cada dia sem você
Um momento sem te ver
Já me deixa assim
Eu perco a direção
E em meio a multidão
Quero te esquecer

Tenho medo de dizer
E sentir que pra você
Já não volta mais
E eu tento não fazer
O que eu sempre queria
Fazer entre nós

Mas eu sei que não
Da mais pra mudar

O tempo é sobrenatural
É tão desigual
E mesmo que eu volte atrás
Nada vai mudar
Pra nós

Mais um dia amanheceu
E eu tento esquecer que tudo acabou
Em meio a multidão eu encontro a direção
Sem me esquecer

Já não posso mais dizer
Que o que eu sinto por você
Nunca vai voltar
Mas eu tento não fazer
O que eu sempre queria
Fazer entre nós

Mas eu sei que não
Da mais pra mudar

O tempo é sobrenatural
É tão desigual
E mesmo que eu volte atrás
Nada vai mudar

Pra nós

Letra enviada por Gustavo Lima

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Gustavo Coimbra no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS