Outra Vez

Gustavo Coimbra

Chuva de Novembro


Eu quis escrever palavras
Que talvez pudessem dizer
Coisas que eu jamais
Tentei compreender sobre
Minhas alucinações
Tão belas e estranhas
Que me fizeram ser
Tudo que eu sempre sonhei

Não vou voltar atrás
Agora que tudo acabou
Não vou continuar
Eu não posso mais tentar
Outra vez

Eu quis escrever palavras
Que talvez pudessem dizer
Coisas que eu jamais
Tentei compreender sobre você
Tão belas e estranhas razões
Guardadas pela união
De quase dois tempos eternos
De várias tentativas perdidas
Que eu fiz por você outra vez

Não vou voltar atrás
Agora que tudo acabou
Não vou continuar
Eu não posso mais tentar

Outra vez... Outra vez

Letra enviada por Gustavo Lima

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Gustavo Coimbra no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS