Página inicial > G > Guilherme Cariolatto > Som, Luz e Éter

Som, Luz e Éter

Guilherme Cariolatto


Confrontos só geram conflitos
Não há uma razão
Há um sentido
O perfume dos santos sobe agora aos éteres
o que quer que você manifesta permanece
Continua mas muda
A forma vem do éter
O coração se enriquece com a doação
A arte pode fechar uma prisão
Me perco mais não paro de amar

Já parei pela metade e agora tô indo até o fim
Não deixo nenhum mal entrar pelas feridas
O sentido da água é a energia lunar
O respiro é o convite aos solos
Um convite para vida
O sentido do ar é o infinito impessoal
O firmamento de qualquer essência é o fogo que arde
A existência e a totalidade

Treze mil raios tem a lua
Treze mil raios tem o sol
Treze mil vezes sejam afugentados as linhas de mas
Intenções
Agora eleve-se
Qualquer ressurreição se movimenta
Pelo magnetismo
Luz e som
Energia

Só nos pertence o que nos compartilhamos
O espírito flui dança ama livre
Despido do tempo físico atravessando a existência material
Chute as estacas dos confinamentos
Se o som soa pelo éter
O manifesto é eterno
A voz interna é eterna
A voz é eterna

Compositor: Guilherme Vicente Cariolatto Loureiro

Letra enviada por Guilherme Cariolatto

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Guilherme Cariolatto no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS