Túneis

Guilherme Arantes

Pão


Não vou deixar
Desencanto chegar perto de mim
Mesmo andando assim
Tudo tão perverso
Sem lei
Já me cansei de levar a sério
E de ficar tão mal
Só quero ter
Pensamento que me ajude a lutar
A atravessar
Tempestades, raios, trovões
Túneis vazios de esperança
E encontrar o sol
O sol o sol o sol o sol
Vem me faz
Entender que é hoje
O dia em que eu nasci
Cada vez
Que eu te beijar
Ser o teu primeiro namorado

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Guilherme Arantes no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS