Santiago

Guilherme Arantes

Flores & Cores


São as conchas da Via Láctea
Por onde andou meu olhar
As indagações
Quando o milagre respondeu
Através do amor
Em cada passagem que nos desconcerta
Sem bastão nasci peregrino dessa longa estrada

Sou a conjugação
Dos verbos que nunca subestimei
se hoje estou aqui
Depois de tudo que provei
Pedras que levei
Das noites geladas
Ao sol escaldante
Sem bastão
Nasci peregrino dessa longa estrada

Tanto eu fiz por mistificar
O que era puro e simples
Agradecer de coração
Estado de graça
Meu escudo de proteção
Do tamanho dos caminhos
Que me levam a você

Meu olhar
As indagações
Quando o milagre respondeu
Através do amor
Em cada passagem que nos desconcerta
Sem bastão nasci peregrino dessa longa estrada

Tanto eu fiz por mistificar
O que era puro e simples
Agradecer de coração
Estado de graça
Meu escudo de proteção
Do tamanho dos caminhos
Que me levam a você

Letra enviada por Leandro Lima

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Guilherme Arantes no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS