Pégaso Azul

Guilherme Arantes

Guilherme Arantes


Nesses 20 anos eu costumava abrir os olhos
por todos os lados vi que o povo era um povo de
estranhos
Nesses 20 anos vi minha mãe e meu pai mais velhos,
trazendo, como a gente, todo o ocidente no peito
Mas tinha onde fosse, minha voz sussurrar
Oh! Pégaso! Oh ! voa!
oh! voa, que há pedaços da vida e gotas de música no
ar
Oh! voa, no silêncio das horas
Vive o prazer das coisas que voam e coisas que voam,
gritam "Pégaso! Pégaso! Pégaso!, me gritam Pégaso!
Pégaso! Pégaso!
Nesses 20 anos, não tive paz nenhum momento
Mas é que são assim os que se criam neste cimento
Nesses 20 anos, das partes cruas e amargas,
restam sinais de estar mais perto dia após dia.

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Guilherme Arantes no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS