Página inicial > Romântico > G > Guilherme Arantes > A Árvore da Inocência

A Árvore da Inocência

Guilherme Arantes

Flores & Cores


Se abre em flor
Sobre a farsa o fingimento
Se abre em flor
E não há julgamento de ninguém
Só o amor
Duas almas que se querem bem

A inocência é um bem maior
De um sentimento a se guardar
Onde não floresce o mal
Tudo tem lugar
Pra existir na diferença
De ser e se aceitar, sem medo

Contigo eu anoiteço em paz
Nenhuma culpa a se lembrar
Perda ou desilusão
Mágoa ou traição
Se a nossa árvore é frondosa e nasce
Poderosamente cresce

Se abre em flor
Sobre a farsa o fingimento
Se abre em flor
E não há julgamento de ninguém
Só o amor
Duas almas que se querem bem

Mais importante é ser leal
Primeiramente a um só prazer
De jamais abrirmos mão
Da essência em nós
Que nos faz livres, pra viver plenamente
O que a emoção nos fala

Tudo que o mundo diz de nós
Quando se vê já evaporou
Entra por um lado e sai
Nem nos abalou
se a nossa árvore é frondosa e nasce
Poderosamente cresce

Se abre em flor
Sobre a farsa o fingimento
Se abre em flor
E não há julgamento de ninguém
Só o amor
Duas almas que se querem bem

Letra enviada por Leandro Lima

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Guilherme Arantes no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS