Página inicial > Folk > G > Guido > Alameda Das Flores

Alameda Das Flores

Guido


Aqui eu estou
Ninguém pode sentir o frio que faz aqui
Cansei de pensar
Não quero assistir, quero participar
Mas se eu pudesse fazer você sentir isso agora
À hora que eu escrevo à hora que você escuta
E olha a dentro afim de encontrar respostas
Todo mundo nesse mundo é cada um sozinho
E ser alguém pra alguém nessa vida é tudo
Mas diz pra mim se o sentido é fazer ter algum sentido

Eu vi sentado que o mundo passa
A sua vida cada um leva pra casa
E nasce outra ali, é triste eu não consigo ser feliz
Qual a graça disso tudo?
É que eu tenho uma porção de coisas novas pra fazer agora
Um instante, um passo
Nada começa pela parte boa da coisa

E só assim eu vi
Que não há ninguém aqui
Nem pra mim, nem pra você.
Quem foi que escondeu o sol de toda essa gente?
E quem não sente
Na pele a dor daqueles que não nem na vida
Algum sentido pra continuar a viver em paz
Prometa nunca fale do que não conheça
Se não sabe o que falar, por favor escute.
Num certo momento eu quase desisti
Sem nada acreditar
A gente só quer ser feliz
Pra isso eu preciso um pouco mais
De amor de paz
De pai...

Eu vi sentado que o mundo passa, a sua vida cada um leva pra casa
E nasce outra ali, é triste eu não consigo ser feliz
Qual a graça disso tudo?
É que eu tenho uma porção de coisas novas pra fazer agora
Um instante, um passo
Tudo começa pela parte

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Guido no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS