Página inicial > G > Grupo Ramami > Cavado, Ferido

Cavado, Ferido

Grupo Ramami


Lembro-me do meu tempo de paixões
Luar refletido no leito
Cavado do velho e ferido
Querido chico (bis)

A imensidão do micro sem notar
A artificialidade da cidade
Que me viu chorar pela primeira vez
Não não me pergunte, não me pergunte minha flor

Por que essas imagens
Me aparecem com o furor
De quem só tem no coração
A rima da lida sofrida, e o suor
Dos que entregaram a vida por amor

Ah! o dinheiro pagaria
O chão molhado ao meio dia?
Árido, semi-acabado
Estático não vou morrer
Para ver
Até onde iremos sem entender

A infinitude do opara (regae a partir daqui)

Cavado, ferido... querido chico
Cavado, ferido... rio são francisco

Não não me pergunte, não me pergunte minha flor
Por que essas imagens me aparecem com o furor
De quem só tem no coração

A rima da lida sofrida e o suor
Dos que entregaram a vida por amor
Ah! o dinheiro pagaria
O chão molhado ao meio dia (não pagaria)

Árido, 'semiacabado'
Estático não vou morrer
Para ver até onde iremos
Sem entender a infinitude do opara

Cavado, ferido, querido chico
Cavado, ferido... rio são francisco

Compositor: Marco Lá Pher Si/ Marcela Pher Si

Letra enviada por Marcela Persi

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Grupo Ramami no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS