Nazareno

Grupo Fogo No Pé

Não Vão Me Parar


Nazareno, nazareno o homem das mãos
Furadas nazareno
Nazareno, nazareno ele venceu a morte nazareno

Naquele dia terrível
A morte pensou que iria vencer
Aquele homem sofrendo
Na cruz padecendo até sem merecer
O que parecia impossível
Entregar seu espírito na mão de Deus
Ele desceu ao inferno venceu ao diabo
E voltou a viver

Nazareno, nazareno o homem
Das mãos furadas nazareno
Nazareno, nazareno ele venceu a morte nazareno

E no terceiro dia, apareceu a maria
O tumulo estava vazio
Mandou que ela fosse contar
O que parecia impossível
O que todo mundo falava
Que a morte não pode parar
Os homens gritavam até aqueles que não criam
Os seus corações ardiam
Como os dois no caminho de emaús
Consumado e preso da morte por todo pecado
Pelo nome de Jesus

Nazareno, nazareno o homem
Das mãos furadas nazareno
Nazareno, nazareno ele venceu
A morte nazareno

(fala)
Naquele grande dia o meu Jesus
Foi crucificado, ele morreu na cruz
Mais a palavra diz que ele foi
Ao inferno tomando das mãos do diabo
A chave da morte do inferno
E todo poder esta em suas mãos

Naquele dia terrível
A morte pensou que iria vencer
Aquele homem sofrendo
Na cruz padecendo até sem merecer
O que parecia impossível
Entregar seu espírito na mão de Deus
Ele desceu ao inferno venceu
Ao diabo e voltou a viver

Nazareno, nazareno o homem
Das mãos furadas nazareno
Nazareno, nazareno ele venceu
A morte nazareno

Salva, cura e liberta ele ama até o ateu
Paralítico anda ele salva até o judeu
Ele cura o aidético, surdo
Mudo e mal de parkison, canceroso terminal
Os homens gritavam até aqueles que não criam
Os seus corações ardiam
Como os dois no caminho de ema uns
Consumado e preso da morte por todo pecado
Pelo nome de Jesus

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Grupo Fogo No Pé no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS