Página inicial > G > Grupo Arco-Íris > Coisas da Vida

Coisas da Vida

Grupo Arco-Íris


Um dia, de repente, eu fiz dezoito anos
Fiz as minhas trouxas juntei os meus panos
Minha mãe não chora que eu vou pra cidade
Vou juntar dinheiro e felicidade
E assim eu chego nessa terra preta
Com esses edifícios, todos esses carros
Essa moça, moça que me olha tanto

Eu não sei bem disso, o amor é que eu quero
Um dia, de repente, eu fiz cinquenta anos
Não tinha mais trouxa, tudo foi engano
Não tenho quem me escora aqui nessa cidade
Não juntei dinheiro, nem felicidade
E agora eu vejo os meus filhos falando
Uma porção de coisas e não entendo nada

Cada um só pensa, pensa em si mesmo
Em suas amizades e sua namorada
Um conselho eu dou pra esses moços todos
Que vivem na fazenda, fosse vocês não vinha
Minha mulher me chama agora na cozinha
Mas que saudade eu tenho da minha terrinha
Eu volto lá, itajubá
Eu volto lá, itajubá

Letra enviada por Playlists do Vagalume

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Grupo Arco-Íris no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS