Página inicial > Rap > G > Gregory > Tempos de Paz

Tempos de Paz

Gregory


Sigo por ai
Perdido ao extremo no momento
Sem lenço, sem documento
Jogado ao vento
Lágrimas escorrendo
Entre cravos e cicatrizes
Marcas dos tempos
Fúrias e crises
Deslizes
Há quem disse
Magoá-la seria um crime
Isso me deprime
Mais te entendo
Me incrimine
Limpe sua sujeira pra debaixo do tapete
Mostre-me sua sede
Ai se o ódio desaparecesse

Eu me lembro da canção
Que aquecia o coração
Citava oque ela trás
Como um vento de um tufão
Que arrancou meus pés do chão
Me tirando de alcatraz
Quem sabe onde ela está
Não duvida que é dela
Que precisamos pra nos tornarmos melhores
Para que irmãos se abracem
Pra que nações se aceitem
Pra que casais se beijem
É o amor que explodiu está no ar
Disse um homem outro dia
Não passava de utopia
Preciso ouvir o coração e viver
Não nos acharam, não vou fugir
Que tal se olharmos bem no fundo
Bem no fundo do coração
Pra começar

Ai sim, ai sim
Seria a deixa
Um adeus ao tempo voraz
Uma alusão ao sonho meu
Um conto de paz
Oque mais ou quem mais
Me faria entregar a vida
A gente busca
Tem quem ofusca
Nos prejudica
Liberdade venha linda
Acompanhada entre
Não me mostre a saida
Preciso me perder pra aprender
Entende
Os dias de causa indorecem
A cada trago reparo
Nossos caminhos se invertem

Eu me lembro da canção
Que aquecia o coração
Citava oque ela trás
Como um vento de um tufão
Que arrancou meus pés do chão
Me tirando de alcatraz
Quem sabe onde ela está
Não duvida que é dela
Que precisamos pra nos tornarmos melhores
Para que irmãos se abracem
Pra que nações se aceitem
Pra que casais se beijem
É o amor que explodiu está no ar
Disse um homem outro dia
Não passava de utopia
Preciso ouvir o coração e viver
Não nos acharam, não vou fugir
Que tal se olharmos bem no fundo
Bem no fundo do coração
Pra começar

Letra enviada por Central Do Rap Nacional

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Gregory no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS