Página inicial > Regional > G > Gildo de Freitas > Três Tormentos

Três Tormentos

Gildo de Freitas


Três Tormentos

Meu rico amigo olha ali naquela mesa
Uma mulher toda inchada da bebida
Deixou seu lar, e abandonou seu filhinho
E o coitadinho chora por esta fingida.
Quem vai dizer que esta mulher já foi casada
Hoje enrugada desprotegida da sorte
Muito ligeiro esta infeliz se termina
Vai nesta sina até na hora da morte.

E o esposo que ela tinha eu conheci
Era um marido exemplar e caprichoso
E para ela dava tudo que quisesse
Ele merece esse viver penaroso.
Se ela soubesse o quanto dói uma saudade
Ela voltava pra rever o seu filhinho
Para abraçá-lo e sufocá-la com seus beijos
E dar a ele o seu último carinho.

Preste atenção como ela esta chorando
É a paixão no remorso que ela tem
Mesmo a bebida e o maltratar dos homens
É quem consome as mulheres de ninguém.
E o marido vive lá criando o filho
E a tristeza a rondar o seu ranchinho
E diz a todos que não quer outra mulher
Hoje ele vive exclusive pra o filhinho.

por nelson de campos

Compositor: Gildo De Freitas

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Gildo de Freitas no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS