Adios Pampa Mia (tradução)

Gigliola Cinquetti


Adios Pampa Mia


Adeus, Pampa Mia... Estou indo embora

Estou terra estranha

adeus, estradas eu viajei

rios, montanhas e riachos

Tapera onde eu nasci

Se nos encontrarmos de novo

terra amada

Eu quero que você saiba

vida para deixar de ir

adeus!

Em deixando-o, Pampa Mia

olhos ea alma enche-me

com o verde de sua grama

e tremor das estrelas

com o canto dos ventos

e viguelas soluço

me alegrei, às vezes

e outro me fez chorar


adeus... Pampa Mia

Estou caminho da esperança

adeus, eu planícies galoparam

caminhos, montanhas e desfiladeiros

onde eu soou

Eu tenho que voltar para o chão

quando presienta

minha alma escapa

como uma pomba do céu

adeus... Pampa querido... Tchau

Adios Pampa Mia


Adiòs, pampa mìa... Me voy,

me voy a tierras extranas.

Adiòs, caminos que he recorrido,

rìos, montes y quebradas.

Tapera donde he nacido...

Si no volvemos a vernos,

tierra querida,

quiero que sepas

que al irme dejo la vida.

Adiòs!...

Al dejarte, pampa mìa,

ojos y alma se me llenan

con el verde de tu pasto

y el temblor de las estrellas;

con el canto de los vientos

y el sollozar de viguelas

que me alegraron a veces

y otras me hicieron llorar.


Adiòs... Pampa mìa...

Me voy camino de la esperanza.

Adiòs, llanuras que he galopado,

sendas, lomas y quebradas,

lugares donde he sonado.

Yo he de volver a tu suelo

cuando presienta

que mi alma escapa

como paloma, hasta el cielo.

Adiòs... Pampa querida... Adiòs.

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS