Gerson Rufino

Gratidão

Gerson Rufino


Pois quando um passarinho não pode cantar
Se avoa fica triste pode até morrer
Mesmo que tenha asas não quer nem voar,
Seus olhos brilham quase querendo chorar
Não bebe, não descansa e para de comer

Pois cada ser vivente tem seu próprio som
O qual emite com toda expiração
Anunciando a obra das Tuas mãos,

As folhas batem palmas para Ti Senhor,
O vento ao soprar ministra o louvor,
O som direcionado a Ti é com amor,

CORO
Se tudo que tem vida exaltem o Teu Nome
O que é que eu to fazendo em silêncio aqui,
Por isso eu peguei meu violão
E compus essa canção
É para Ti Senhor ouvir,
Eu aprendi que Estás em meio aos louvores
Bem sei que Tu se faz presente hoje aqui,

Ao som das cordas desse violão
Eu expresso a gratidão
Não sou nada, oh Deus sem Ti.

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Gerson Rufino no Vagalume.FM

Mais ouvidas de Gerson Rufino

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS