Geraldo Azevedo

Letras Negras

Geraldo Azevedo

Raízes e Frutos


Pelo jornal o dia chega
Com as letras negras do que está por vir
Pelo meu sonho era tudo bem
Você passava e olhava pra mim
Seu olhar miragem
Surgindo na paisagem de fumaça e luz
No paraíso, amor, um dia
Imaginamos cidades azuis

Oh! meu amor
Meu grande amor
E agora

Serenai, serenai
Oh! verde mar, a madrugada chegou
Começa o dia você me incendeia
Amor, me incendeia até florescer
E nada mais bonito
Que o grito selvagem do subúrbio lado blue
Desconstruindo os muros
Até o sonho aparecer

Oh! meu amor
Meu grande amor
E agora

A voz na sacada da Casa Rosada
A solidão da voz
E na varanda branca da alvorada
O tempo cansa de esperar por nós
Será que é preciso
Imaginar um cosmos pra compreender
Esse bebê no colo tenta resistir
E essa madona quer sobreviver

Oh! meu amor
Meu grande amor
E agora

De lá das estrelas
Eles querem ver esse mundo explodir
Lágrimas na rua, de verdade
Tudo pode acontecer
Afinal o sonho é um sinal
Que tem fruta madura no quintal do vizinho
Por quanto tempo eu fiquei sozinho
Pelo jornal o mundo acabou

Composição: Geraldo Azevedo / Fausto Nilo

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Geraldo Azevedo no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS