Dna

Genomma


Quero lhe dizer que eu posso perceber
que o tempo já passou
O erro, claro é meu. O erro, claro é seu
Agimos como loucos
Pensamos muito pouco

Transbordo como um rio, mas me sinto vazio
Navego sem emoção
E o que eu quero contar é fácil de lembrar
Um quadro e uma janela
A porta entreaberta

Que ficou
Que ficou!

A vida em mil pedaços
Acordes desgastados
Quero ficar com você
em um lugar perfeito
pra viver direito
É o que eu posso crer

Quero lhe dizer que eu posso perceber
que a vida não é mais
Um mundo cor-de-rosa com todas as respostas
Eu vivia em paz

Mentes diferentes, livres de correntes
Não era um prisioneiro. Não era o prisioneiro
E meu Dna grita sem parar
que eu cante o amor

Outra vez
Outra vez!

A minha liberdade
está presa na cidade
A certeza vai prevalecer
Te dou meu coração
Te amo com a razão
Mas você não consegue entender

A vida em mil pedaços
Acordes desgastados
Quero ficar com você
em um lugar perfeito
pra viver direito
É o que eu posso crer

Compositor: Felipe Schadt, Jackson Fernandes, Matheus Rapanha e Thiago Foratori

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Genomma no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS