Página inicial > Rock > G > General Tequila > Nenhum Lugar

Nenhum Lugar

General Tequila


Larga a mão de ser criança
E acreditar em sonhos que não vão vingar, tenta acordar
Pular no abismo sem usar pára-quedas
Você não tem asas, não sabe voar

Seus pensamentos não tem direção
Um megafone no vácuo, contradição
Ampificando o meu inferno astral
Você me manda sinais, me pede salvação

Pra te salvar teria que padecer
Pra te escutar teria que te entender
Pra te ganhar teria que me perder
Deixar o tempo esgotar
Muito obrigado, mas não!

Me deixa, me deixa respirar
Preciso me livrar e vai ser agora
Me esqueça, se esqueça de lembrar
E tudo vai passar pela porta afora

Pelas ruas inquietas
De uma cidade morta, mas que ainda insiste em respirar
Você vai desnorteada
Batendo porta à porta procurando achar o seu lugar
De algum modo inconsciente
Eu sinto sua angústia se catalizar, e me alcançar
Mas já sei andar sozinho
E abro meu caminho sem você enxergar

Me deixa, me deixa respirar
Preciso me livrar e vai ser agora
Me esqueça, se esqueça de lembrar
E tudo vai passar pela porta afora

Você não aguenta - não é novidade
Por que se lamenta? Me fala a verdade
O que te atormenta é saber que seus passos
Não levam a nenhum lugar

Me deixa, me deixa respirar
Preciso me livrar e vai ser agora
Me esqueça, se esqueça de lembrar
E tudo vai passar pela porta afora

Compositor: Cassio / Andy

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a General Tequila no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS