Um Dia

Gal Costa

Domingo Com. Caetano Veloso


Como um dia, numa festa
Realçavas a manhã
Luz de sol, janela aberta
Festa e verde o teu olhar

PĂ© de avenca na janela
Brisa verde, verdejar
VĂȘ se alegra tudo agora
VĂȘ se pĂĄra de chorar

Abre os olhos, mostra o riso
Quero, careço, preciso
De ver vocĂȘ se alegrar

Eu nĂŁo estou indo-me embora
Estou sĂł preparando a hora de voltar

No rastro do meu caminho
No brilho longo dos trilhos
Na correnteza do rio
Vou voltando pra vocĂȘ

Na resistĂȘncia do tempo
No tempo que vou e espero
No braço, no pensamento
Vou voltando pra vocĂȘ

No raso da Catarina
Nas ĂĄguas de Amaralina
Na calma da calmaria
Longe do mar da Bahia
Limite da minha vida
Vou voltando pra vocĂȘ

Vou voltando, como um dia
Realçavas a manhã
Entre avencas, verde-brisa
Tu de novo sorrirĂĄs

E eu te direi que um dia
As estrelas voltarĂŁo
VoltarĂŁo trazendo todos
Para a festa do lugar

Abre os olhos, mostra o riso
Quero, careço, preciso
De ver vocĂȘ se alegrar

Eu nĂŁo estou indo-me embora
Estou sĂł preparando a hora de voltar

Compositor: Caetano Veloso

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta mĂșsica

Ouça estaçÔes relacionadas a Gal Costa no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS