Índia

Gal Costa

Gal de Tantos Amores


Índia, teus cabelos nos ombros caídos
Negros como as noites, que não têm luar.
Teus lábios de rosa, para mim, sorrindo
E a doce meiguice desse teu olhar.

Índia, da pele morena
Tua boca pequena, eu quero beijar.
Índia, sangue Tupi, tens o cheiro da flor
Vem, que eu quero te dar todo meu grande amor.

Quando eu for embora, para bem distante
E chegar a hora de dizer-te adeus.
Fica nos meus braços só mais um instante
Deixa os meus lábios se unirem aos teus.

Índia, levarei saudade
Da felicidade que você me deu.
Índia, a tua imagem sempre comigo vai
Dentro do meu coração, todo meu Paraguai.

Quando eu for embora, para bem distante
E chegar a hora de dizer-te adeus.
Fica nos meus braços só mais um instante
Deixa os meus lábios se unirem aos teus.

Índia, levarei saudade
Da felicidade que você me deu.
Índia, a tua imagem sempre comigo vai
Dentro do meu coração, todo meu Paraguai.

Todo meu Paraguai. Todo meu Paraguai.
Todo meu Paraguai. Todo meu Paraguai.

Compositor: Manuel Ortiz Guerrero / José Assunción / E. Fortuna

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Gal Costa no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS