Página inicial > Sertanejo > G > Gabriel Diniz > Fígado de Aço

Fígado de Aço

Gabriel Diniz

GD


Que tanta indiferença nesse eu olhar
Que tanto indiferença em nosso jeito de amar
A gente não se toca como antes
A gente nem se beija como antes

E o que era calor foi ficando frio
Me sentia tão completo é hoje tão vazio
Tô me sentindo sozinho

Será que o sentimento da gente acabou
Ou só deu um tempo e ainda existe amor?
Ainda existe amor?

Vou me afogar no copo
Não sei o que faço
Se o coração é mole o fígado é de aço
A gente se perdeu no meio do caminho
Nessa viagem acabei ficando sozinho

Vou me afogar no copo
Não sei o que faço
Se o coração é mole o fígado é de aço
Que tá com outro não precisa nem dizer
Dessa historia sou o último a saber

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Gabriel Diniz no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS