A Vaquejada

Gabriel Diniz


Sou vaqueiro nordestino puxar boi é meu destino.
Sou o rei da vaquejada puxo boi desde demenino,
O que é de garrote gordo derrubei pelo caminho.

Valeu boi, valeu vaqueiro no calor da vaquejada
vive o povo brasileiro. (bis) (4x)

Minha maior alegria é festa de abarcação,
ao meu padrim Padre Cícero peço a sua proteção,
cachaça e mulher bonita são a minha perdição.

Valeu boi, valeu vaqueiro no calor da vaquejada
vive o povo brasileiro. (Bis) (4x)

Pra ver a queda do boi o "cabra" tem que ser
macho, cavalo bom e ligeiro, munheca e força
no braço, quem tiver boi bantiqueiro trás aqui
que eu desenrabo.

Valeu boi, valeu vaqueiro no calor da vaquejada
vive o povo brasileiro. (Bis) (4x)

Letra enviada por As Gabrieles

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Gabriel Diniz no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS