Samba-Enredo 2006

G.R.E.S. Unidos de Vila Isabel


Soy loco por ti, América – A Vila canta a latinidade

"Sangue caliente" corre na veia
É noite no Império do Sol
A Vila Isabel semeia
Sua poesia em "portunhol"
E vai... buscar num vôo à imensidão
"Dourados" frutos da ambição
Tropical por natureza
Fez brotar a miscigenação

"Soy loco por tí, América"
Louco por teus sabores (bis)
Fartura que impera, mestiça mãe terra
Da integração das cores

Nas densas "Florestas de cultura"
Do sombrero ao chimarrão
Sendo firme, "sin perder la ternura"
E o amor por este chão
Em límpidas águas, a clareza
Liberdade a construir
Apagando fronteiras, desenhando
Igualdade por aqui
Arriba, Vila !!!
Forte e unida
Feito o sonho do libertador
A essência latina é a luz de Bolívar
Que brilha num mosaico multicor

Para bailar "La Bamba", cair no samba
Latino-americano som (bis)
No compasso da Felicidade
"Irá pulsar mí corazón"

Compositor: André Diniz, Serginho 20, Carlinhos Do Peixe, Carlinhos Petisco

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a G.R.E.S. Unidos de Vila Isabel no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS