Samba-Enredo 2007

G.R.E.S. Unidos da Tijuca


Em preto e branco ganhei a vida
O amarelo em mistério; ilusão
O azul no tom divinal (bis)
Nas fotos do carnaval
Sou a Tijuca nesta tela digital

Emoldurei a magia da recordação
Com pincel de luz e cores
Eu mudei valores
Aprisionei seu coração
Desperta a musa do artista
Que hoje é sambista
E vem se juntar
A nossa família unida tijucana
Iremos retratar
Os grandes momentos da vida
Com flash da avenida eternizar
Pára, o mundo pára
O mundo pára pra fantasia (bis)
Um click fez o personagem
Dar força à imagem na fotografia

Mas a vida às vezes traz a dor,
A falta de amor pelo irmão
O triste em belo o artista consagrou
A lente é pura emoção
Estrelas vão brilhar, o palco é o Borel
Histórias, o glamour
O mundo no papel
Vou delirar com a beleza
Mergulhar no colo da mãe natureza
Reluz o show em formas sem fim
O homem e o poder da criação
Diga quem sou, sorria pra mim
No olhar da comunicação

Compositor: Ivinho Do Cavaco, Totonho, Silvão, Jorge Remédio

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a G.R.E.S. Unidos da Tijuca no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS