Samba-Enredo 2000

G.R.E.S. Tradição


Liberdade
Sou negro, raça e Tradição
Vim de Angola, da minha mãe África
Num navio negreiro, clamando por Zambi
Vim para um solo bonito e maneiro
Caí na senzala para trabalhar
Mas negro é forte, valente e guerreiro
Até hoje se ouve um lamento ecoar (ôôô)
Ôôô... ôôô... ôôô
Baiana gira baiana
Dance pro seu Orixá (bis)
Vamos firmar a Kizomba
Fazer o povo sambar

Maracatu
Maculelê e cavalhadas (valeu Zumbi)
Valeu Zumbi
O negro é rei nas batucadas
Na arte, o negro encanta
Cultura tradicional
É resistência do samba
A alma do carnaval
Hoje é só felicidade
Negro quer comemorar

Parabéns pra você
Que foi descoberto em 22 de abril

Desperta gigante
Chegou tua hora (bis)
Pra frente Brasil

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a G.R.E.S. Tradição no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS