Samba-Enredo 1997

G.R.E.S. Tradição


Vem chegando a Tradição
Benzendo o chão da passarela
E pra falar dos sonhos de Natal
Pedimos licença a nossa querida Portela
Entre Oswaldo Cruz e Madureira
Ele pôs sua bandeira
E fez seu estado maior
Senhor da fé e patrono da alegria
Samba, jogo e valentia (bis)
Comandou com um braço só

(Com um braço só)
Com um braço só, já dei tapa em vagabundo
Dei a volta pelo mundo, mas também já fiz o bem
Com um braço só, vou viver a vida inteira
Mandando em Madureira e em outras terras também

(Oh, Natal!)
Oh, Natal! Que saudade
Foram dezenove Carnavais
Toda cidade era felicidade
Sonhos bonitos que já não voltam mais

Vem e guia seus filhos
No derradeiro sonho do seu coração

Volta pra avenida iluminada
Mostra, pra rapaziada (bis)
O que é a Tradição

Chegou, chegou mas só vem quem quer
Quem é sonhador, como a gente é
Chegou, chegou pra dizer no pé
Respeitando os sonhos do senhor da fé

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a G.R.E.S. Tradição no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS