Samba-Enredo 2001

G.R.E.S. São Clemente


A SÃO CLEMENTE MOSTROU E NADA MUDOU NESSE BRASIL GIGANTE

CANTEI, AH! COMO CANTEI
EU ALERTEI, EU CRITIQUEI AMOR
JEITO MOLEQUE, BRINCALHÃO EU VOU
TENTANDO MELHORAR ESSE PAÍS (PRA SER FELIZ)
O MEU GRITO ECOOU, E AÍ O QUE MUDOU?
MAS NÃO DESISTO, SOU GUERREIRO LUTADOR
SE CORRER O PARDAL PEGA
SE FICAR O LADRÃO COME
ONDE A COISA VAI PARAR?
TÔ SEM TERRA, TÔ SEM NINHO
QUAL SERÁ O MEU CAMINHO?
QUERO CASA PRA CASAR
TÁ NA HORA DE CURAR MINHA SAÚDE
QUEM TEM PLANO FICA POBRE
E O POBRE QUE SE CUIDE

HOJE O CAPITÃO DE ASFALTO
TOMOU DE ASSALTO
AS MANCHETES DE JORNAL
MARGINALIZADO
VIROU CULPADO DA TRAGÉDIA SOCIAL
E O MEU POVÃO DO CARNAVAL
NÃO PODE MAIS PARTICIPAR
NO TROCA -TROCA DEU LUGAR
PARA O TURISTA DELIRAR
A SOLUÇÃO ENTÃO
É INVESTIR NA EDUCAÇÃO
CRIAR EMPREGO
PARA LIBERTAR ESSA NAÇÃO

FAZ A FESTA, ME ABRAÇA, PÕE CHAMPANHE NA TAÇA
A SÃO CLEMENTE É ALEGRIA
VEM NO PEITO E NA RAÇA, SACUDINDO A MASSA
NA EXPLOSÃO DA BATERIA


Compositor: Rodrigo Índio, Eugênio Leal, Fabinho do Tamborim e Paulo Renato

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a G.R.E.S. São Clemente no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS