Página inicial > Samba Enredo > G > G.R.E.S. Estácio de Sá > Samba-Enredo 1998 - Academia Brasileira de Letras, Cem Anos de Cultura

Samba-Enredo 1998 - Academia Brasileira de Letras, Cem Anos de Cultura

G.R.E.S. Estácio de Sá


Vamos exaltar com euforia
O centenário da academia
Guardiã da Língua Portuguesa
Tem a sua existência
Na influência francesa
Glória da cultura brasileira
Foi Machado de Assis
Seu presidente imortal
Consagrado na história do Brasil
Romancista universal

Deixe a sua magia me contagiar
Moreninha, romantismo
Que me faz sonhar

Ah! Que sedução
A literatura consagrou
Dona Flor um grande amor
No cinema encantou
E a linda Gabriela na televisão
Morte e vida Severina no teatro
Que fascinação!
E num céu de poesias
De escritores geniais
Brilha a mulher, estrela guia
Na constelação dos imortais

No gingado da mulata vou sambar
Academia no samba vai passar
E na Estácio e vou me acabar
A bateria me faz delirar

Compositor: Elcy, Marcelinho, Roberto E Eduardo Martins

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a G.R.E.S. Estácio de Sá no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS