Página inicial > Samba Enredo > G > G.R.E.S. Estácio de Sá > Samba-Enredo 1996 - de Um Novo Mundo Eu Sou E Uma Nova Cidade Será

Samba-Enredo 1996 - de Um Novo Mundo Eu Sou E Uma Nova Cidade Será

G.R.E.S. Estácio de Sá


Em águas claras naveguei...
Aqui cheguei
Vim em busca de riqueza, que beleza
Me encantei

Bravo Estácio foi à luta
Um herói nesta disputa
Tudo que ele fez valeu
Assim o Rio passa a ser a capital
Da relação entre Brasil e Portugal

Balança, balança quero ver pesar
Os portos se abrem, vamos exportar

Ciclo do pau-brasil, ouro e café
Na industrialização entrei com fé
Sou capital, eu sou, das artes no país
Minha beleza natural deixa você feliz

É... o artista pintando a sua emoção
Entrando em cena o seu coração
Do peito brotando uma linda canção
Enfim, uma nova cidade no Estácio fluiu
É o mundo mais perto do nosso Brasil
A notícia, o fato, a informação
Então... a evolução vai pedindo passagem
O samba fazendo a sua homenagem
À telecomunicação

O teleporto está no ar
É nessa que eu vou me ligar
Na era da modernidade
Uma nova cidade será

Compositor: Adilson Gavião, Déo, Orlando Landão E Caruso

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a G.R.E.S. Estácio de Sá no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS